domingo, junho 17, 2018

Rádio Comercial tem nova frequência em Viana do Castelo

Porque nunca é tarde para corrigir um erro técnico evidente, a Média Capital Rádios  desactivou, há uns meses, o emissor da Rádio Comercial em Esposende (89,3 MHz). Em contrapartida, os técnicos da MCR instalaram um emissor no Alto da Galeão, em Darque (Viana do Castelo), que irradia a Rádio Comercial na mesma frequência (89,3 MHz).

Na prática, podemos considerar que a estação de âmbito nacional deslocalizou o emissor de Esposende (que era praticamente inútil, porquanto servia uma área bem servida por outros emissores), para Viana do Castelo (onde a recepção da Comercial sempre foi condicionada pelo facto de não haver emissor no Muro (Serra Amarela)). Segundo o nosso forense P.Pinto, o novo emissor (em fase de testes), que serve não só a própria cidade de Viana do Castelo como também algumas localidades da região, nomeadamente as zonas de Darque, Anha, Castelo do Neiva, Meadela e Santa Marta de Portuzelo, utiliza a torre da RDP/RTP  instalada em Darque e que outrora transmitia as rádios públicas através do sistema DAB.

Com esta alteração técnica, a Rádio Comercial passa a escutar-se de forma cristalina em praticamente todas as capitais de distrito do continente (quiçá à excepção de Setúbal). A nível nacional, a Rádio Comercial continua a não se fazer ouvir por via hertziana nos arquipélagos da Madeira e dos Açores; no continente, seria importante instalar um emissor na Serra da Marofa  ou noutra localização que servisse o Vale do Côa, além de uma microcobertura em Setúbal. Depois de Moledo e de Viana do Castelo, talvez  fosse importante pensar na possibilidade de reforçar o sinal noutros concelhos do Alto Minho, tendo em conta que a não existência de um emissor no Muro (e a inviabilidade técnica de o activar, mercê da saturação do espectro) dificulta  a recepção da Rádio Comercial em boa parte da região, que depende das frequências de Braga (99,2) e do Monte da Virgem (97,7 MHz) para sintonizar a emissora.

terça-feira, junho 12, 2018

António Macedo sai da RTP (e, por conseguinte, da Antena 1)

O radialista António Macedo, que juntamente com o Francisco Sena Santos, fazia as manhãs da Antena 1, saiu da RTP , na sequência de um processo judicial resultante da continuação da actividade do profissional a recibos verdes, durante 15 anos. Farto da precariedade laboral na RTP, o António Macedo chegou a acordo com a entidade patronal, tendo a receber do operador público mais de 100000 euros.

Fazendo uma retrospectiva rápida pelo percurso profissional do António Macedo como profissional da rádio, iniciou a sua actividade na Rádio Comercial de Angola, tendo, mais tarde, ingressado na Rádio Comercial. Em 1988, foi, com o Emídio Rangel e outros profissionais, um dos fundadores da TSF. Mais tarde, entrou para a RTP, de onde saiu ontem.

Ao António Macedo, não posso deixar de esperar voltar a ouvi-lo tão brevemente quanto possível numa outra rádio (a não ser que deseje reformar-se). Um grande profissional com a qualidade do António Macedo não merece, seguramente, ficar "encostado" numa qualquer "prateleira" de um estúdio de rádio; merece, certamente, liderar um período horário numa TSF ou Rádio Renascença, por exemplo.

sexta-feira, junho 08, 2018

RTP vai relançar, mais uma vez, a "Rádio Mundial"

Por ocasião do Mundial de Futebol que se avizinha, a rádio pública prepara-se para, à semelhança do que fez noutros anos, emitir todos os relatos de futebol do Mundial através da Internet e da Onda Média da "Rádio Mundial" (desdobramento da emissão da Antena 1).

Quase que seria uma não-notícia, não fosse o quase caricato (o melhor adjectivo seria: "trágico") da situação; com a política de manutenção "esmerada" da rede de emissores em Onda Média, que se tem resumido à prática de encerrar de vez emissores quando a sua reparação é demasiado cara, os ouvintes que queiram ouvir a Rádio Mundial no Porto ou em Faro, por exemplo, são obrigados a recorrer à Internet, porque não há, praticamente, sinal da Antena 1 na Onda Média no Norte e no Algarve. Pode não ser a intenção da RTP, todavia, esta situação acaba por, em certa medida, a não ser que a rádio pública instale um emissor FM temporário no Grande Porto para a  Rádio Mundial (e, quiçá, em Faro), discriminar os ouvintes em função da região  do país onde se encontram,  Por um lado, os ouvintes em Lisboa, em Coimbra ou em Vila Real, para dar 3 exemplos de capitais de distrito, podem ouvir todos os jogos por via hertziana; por outro, quem vive na cidade do Porto, em Matosinhos, em Gaia, em Famalicão, em Braga, em Faro, em Olhão ou em Sagres, vai ter de se ligar à Internet se quiser ouvir a emissão desdobrada da Antena 1...

quinta-feira, maio 17, 2018

Vodafone Rally de Portugal 2018 com emissões na rádio pública:

O "Vodafone Rally de Portugal 2018" decorre de 17 a 20 de Maio e a rádio pública (RTP) está a transmitir em directo as várias etapas da competição. Além de alguns espaços na emissão nacional da Antena 1, o evento tem direito a uma rádio (Antena 1 Rali) que é transmitida via Internet, mas também no FM. A Antena 1 Rali é retransmitida por várias rádios locais, além de utilizar 2 emissores temporários, nas seguintes frequências:


  • 91,5 MHz - Exponor (Leça da Palmeira/ Matosinhos) - emissor temporário
  • 102,1 MHz - Avenida dos Aliados (Porto) - emissor temporário
Rádios locais:
  • 89,2 MHz - Golo FM (Amarante)
  • 97,0 + 101,7 MHz Viana do Castelo  - Rádio Alto Minho
  • 100,6 MHz Cabeceiras de Basto  - Rádio Voz de Basto
  • 96,3 MHz Vila Real -  Rádio Voz do Marão
  • 91,6 MHz Vieira do Minho - Rádio Alto Ave
Mais informações sobre as emissões especiais podem ser consultadas no "site" da RTP.

domingo, maio 13, 2018

Festival Eurovisão da Canção

Não podia escrever este texto sem começar por congratular os profissionais da RTP que, com o apoio da EBU e de outras entidades, foram, por estes dias, incansáveis a trabalhar para que nada faltasse, do ponto de vista técnico, à realização do Festival Eurovisão da Canção 2018. Sem o empenho dos profissionais da televisão (mas também da rádio), jamais seria possível organizar em Portugal, de forma irrepreensível, um  evento desta envergadura.

Não obstante a evidência de que o Festival da Eurovisão é um evento sobretudo televisivo, a rádio também esteve presente na cobertura em tempo real do que se passava na Altice Arena. Se a Antena 1 marcou presença, há que destacar também outras rádios europeias  que transmitiram a final para os respectivos países. A começar pela emissora pública britânica "BBC Radio 2", que por sinal teve um comentador à altura do evento; numa rápida incursão pelo universo das rádios  online, constatei que o Festival estava também a ser transmitido na Noruega (NRK P1), Itália (RAI Radio 2), Islândia (RÚV Rás 2), Ucrânia (UR 2 Promin), Albânia (Radio Tirana 2), Finlândia (YLE Etela-Savon Radio), Estónia (ERR Raadio 2) e Moldávia (Radio Moldova), pelo menos.

Por outras palavras, aos 200 milhões de espectadores (400 milhões de olhos (!) ) que viram o espectáculo através da televisão, há que somar os ouvintes de pelo menos 10 rádios! Estamos certos que, antes da Eurovisão, nenhum outro evento havia sido feito em Portugal com uma cobertura radiofónica simultânea tão vasta, do ponto de vista geográfico - nem mesmo o Euro 2004 (acredito que também houve outras rádios europeias e, quem sabe, australianas, a retransmitir o sinal da Eurovisão).

Portugal está  de parabéns pelo êxito na organização exemplar do Festival. E, neste aspecto, a RTP merece os mais sonoros aplausos. Porque o serviço público de rádio e televisão também passa pela capacidade de mostrar um Portugal moderno e competente para realizar um espectáculo internacional desta dimensão.

segunda-feira, maio 07, 2018

Antena 1 no Festival Eurovisão da Canção 2018

Pela primeira vez na história da música, o Festival Eurovisão da Canção realiza-se em Portugal e, se a RTP é a televisão organizadora do evento, a rádio pública não fica de fora da cobertura do maior espectáculo internacional de música do mundo. A Antena 1 está a realizar vários directos a partir dos locais de reportagem que o justifiquem; os horários da programação especial podem ser consultados no sítio da RTP. Parece que a rádio vai, inclusivamente, transmitir a final do Festival, na noite do próximo sábado, dia 12 de Maio.

Se o Festival da Eurovisão movimenta cerca de 200 milhões de telespectadores em todo o mundo, a rádio também se alia à televisão e, a par da portuguesa "Antena 1", outras rádios europeias (e, quiçá, mundiais) associadas à EBU, incluindo a rádio pública britânica "BBC Radio 2", transmitirão, a partir de Lisboa, a final.

quarta-feira, maio 02, 2018

Antena 9 (Horta - ilha do Faial, Açores) testa mudança de frequência numa das microcoberturas: 94,4 MHz

A Antena 9, rádio local da cidade da Horta (o único concelho na ilha açoriana do Faial), está a testar uma nova frequência para uma das suas microcoberturas. A estação, que tem o seu emissor principal a  irradiar nos 91,3 MHz com 500 W a partir do Cabeço Gordo, opera também através de 3 microcoberturas de 50 W, a saber: 95,9 MHz (Espalhafatos - Ribeirinha), 102,2 MHz (Espalamaca) e, agora, nos 94,4 MHz (substituindo a frequência 94,9 MHz  no emissor de Cabeço Verde).