terça-feira, fevereiro 18, 2020

RTP testa emissor da Antena 1 (99,5 MHz) na região da Arrábida

A RTP colocou, na região da Serra da Arrábida e a título experimental, em funcionamento um emissor da Antena 1 na frequência de 99,5 MHz. A nova emissão, que deverá substituir a da Banática (99,4 MHz), terá como objectivo o reforço do sinal nas auto-estradas A1 e A2, além de melhorar a recepção da rádio em Setúbal e no litoral alentejano.

Para já, ao que parece, a Antena 2 e a Antena 3 continuam a operar nas frequências da Banática; a serem igualmente deslocalizadas para a Arrábida, seria conveniente mudarem para frequências menos problemáticas. Isto porque a Antena 2 nos 88,9 MHz sofreria a interferência co-canal da Antena 1 (emissor da Foia, na Serra de Monchique). Também os 100,0 MHz da Antena 3 não constituem uma frequência limpa, porquanto existe a Granada FM (100,1 MHz) em Vendas Novas, o que obrigaria à colocação de reflectores nos elementos radiantes para evitar interferências no território deste concelho. Apesar da relativa saturação do espectro na Grande Lisboa e litoral alentejano, existem algumas frequências possíveis de serem utilizadas pelas Antenas 2 e 3, incluindo os 93,0 MHz (pese a pressão da RFM 93,2 em Lisboa), os 94,6 MHz (ainda que "colada" ao emissor do Alto do Monsanto, nos 94,4 MHz e com reflectores para minimizar o sinal na direcção de Coruche (a Rádio Voz do Sorraia emite nos 94,7 MHz)), os 94,8 MHz (com a mesma restrição na direcção de Coruche e mesmo ao lado da Rádio Positiva (95,0)), os 101,7 MHz (ao lado da RDP África, nos 101,5), os 103,2 MHz (com restrição de azimute na direcção de Évora e "entalada" entre os 103,4 da RR e os 103,0 da Smooth FM), os 104,5 MHz (ao lado da M80 104,3 e da microcobertura da TDS em Alcácer do Sal, nos 104,7) e até os 107,0 MHz (entre a RFM 106,8 e a Vodafone FM 107,2, eventualmente com restrições de azimute a Sul para evitar interferências na M80 (107,1 MHz Fóia). Uma opção melhor, a manter-se a microcobertura da Antena 3 na península de Tróia, seria mudá-la para outra frequência e utilizar os 107,9 MHz na Arrábida (ainda que com restrições a Norte por causa da RES FM (Alpiarça)).

quinta-feira, fevereiro 13, 2020

13.02.2020 Dia Mundial da Rádio... e do "Manual da Rádio"!

No "Dia Mundial da Rádio" podia escrever um longo artigo no blogue a falar do que representa para mim a rádio. Todavia, decidi que este ano não escreveria meia dúzia de linhas ou uma folha inteira... Escrevi um pequeno livro.

A todos os visitantes do blogue e do site "Mundo da Rádio", é com o maior prazer que vos apresento o "Manual da Rádio": um pequeno livro digital inteiramente gratuito que tanta explicar de uma forma descomplicada as questões técnicas subjacentes ao funcionamento das emissões de radiodifusão. Que melhor homenagem poderia fazer eu a esta grande senhora, a Rádio, a não ser no seu dia mundial publicar mais de 50 páginas de informação útil para quem não tem muitos conhecimentos técnicos e quer ter uma  noção de como as coisas funcionam?

Não termino sem, neste dia de celebração da que considero ser a maior invenção tecnológica depois da electricidade, agradecer a todos os profissionais de rádio que trabalham todos os dias para informar e entreter os ouvintes. E agradecer a todos os visitantes do "Mundo da Rádio", utilizadores do "Fórum da Rádio" e demais serviços do site e a todos os que falam da rádio nas redes sociais.

terça-feira, fevereiro 11, 2020

Antena 1: emissor da Banática (Almada) muda de frequência, dos 99,4 para os 99,5 MHz

Apesar de não ter sido (até agora) confirmado a título oficial, o emissor da Banática (Almada) da Antena 1, que serve a margem Sul do Tejo, a zona ocidental do concelho de Lisboa e a zona ribeirinha do Tejo até Cascais, está, pelo menos desde o final do passado mês de Janeiro, a operar na frequência de 99,5 MHz, em vez dos 99,4 MHz.

Esta alteração terá, creio, como objectivo evitar a interferência da Cidade FM Ribatejo (99,3 MHz Alcanena) sobre a rádio pública.

sexta-feira, janeiro 31, 2020

"Bola Branca" marca a informação desportiva na rádio portuguesa há 40 anos

A "Bola Branca", o programa de informação desportiva da Rádio Renascença, celebra hoje 40 anos de edições diárias. A efeméride não foi esquecida por parte da emissora católica. De referir que o "tempo de antena" dedicado ao desporto, sobretudo o futebol, foi criado em 1980 por Artur Agostinho e Ribeiro Cristóvão, dois grandes nomes do jornalismo desportivo em Portugal.

Se excluirmos a recitação diária do Terço e os noticiários, a "Bola Branca" é, muito provavelmente, o programa mais antigo a ser emitido de forma ininterrupta pela emissora da Quinta do Bom Pastor e um dos programas de rádio ainda em actividade mais antigos da rádio portuguesa. A minha sugestão para o futuro da "Bola Branca"? Que a informação a respeito de outras modalidades que não o omnipresente futebol seja reforçada. Afinal, há tantos desportistas portugueses que ao longo dos anos têm participado (e destacado) em campeonatos de diversas modalidades, do hóquei em patins ao andebol, da canoagem ao ténis de mesa, muitas vezes injustamente menosprezadas pela comunicação social no geral, que assume a prioridade absoluta ao ludopédio.

quarta-feira, janeiro 08, 2020

Emissora católica (?) portuguesa encerra estúdios de Braga e despede profissionais da Rádio Sim

Segundo a edição online do jornal "Correio da Manhã", a emissora católica portuguesa decidiu não só despedir três trabalhadores da Rádio Sim (José Monteiro, Carlos Coutinho e Carlos Lopes), como também, numa atitude pouco católica apostólica romana, encerrar os estúdios de Braga.

Como seria de prever, o mal estar derivado do encerramento da Rádio Sim alastrou-se da Quinta do Bom Pastor a outros sectores da Igreja. O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, diz-se apreensivo e a situação vai inclusivamente ser debatida na próxima Assembleia Plenária da Conferência Episcopal, que terá lugar no próximo mês de Abril.

sexta-feira, janeiro 03, 2020

É oficial: Rádio Sim vai acabar

É oficial: o canal sénior da emissora católica portuguesa vai ser descontinuado em breve. Em causa está, alegadamente, e de acordo com a "Meios & Publicidade" , motivos de viabilidade económica.

Desconhece-se os planos da Renascença para o futuro, todavia é certo que, por razões legais (pertencem à rede nacional de emissores da RR), as frequências FM da Rádio Sim em Braga (101,1), Leiria (95,1) e Elvas (99,8 + 102,3 MHz) terão, a terminar os desdobramentos na emissão que constituem a Rádio Sim, de "regressar" ao sinal nacional do "canal 1" da Rádio Renascença. Se o operador da Quinta do Bom Pastor não lançar outro canal a substituir a Rádio Sim, é provável que muitas das frequências locais da estação sénior (102,2 Palmela; 92,6 + 99,5 MHz Rio Maior, 97,5 Portel; 106,4 MHz Viseu e 100,8 MHz Maia) passem para a Mega Hits. A frequência redundante seria os 100,8 Maia, já que a Mega emite do mesmo local, a Serra de Santa Justa (Valongo), nos 90,6 MHz.

domingo, dezembro 29, 2019

630 kHz Montemor-o-Velho: Onda Média da Antena 1 mete literalmente água!

O emissor de Montemor-o-Velho da Antena 1 (Onda Média- 630 kHz 10 kW) meteu, literalmente, água, mercê das cheias na região, que, segundo a informação publicada pelo utilizador "Radiófilo" no "Fórum da Rádio", citando fonte da Direcção de Engenharia da rádio pública, terão levado os técnicos da RTP a desligar o emissor no passado dia 21. Ao que parece,  parte do sistema radiante, bem como a cabine de antena terão ficado submersas, o que implica a realização de uma operação de limpeza e avaliação dos estragos assim que o nível da água baixe a níveis razoáveis.

Perante esta situação, a alternativa de escuta da Antena 1 por via hertziana é a sintonia das várias frequências FM que servem a região, nomeadamente: 87,9 MHz (Lousã), 94,9 MHz (Coimbra), 98,3 MHz Montejunto, 98,7 MHz Maunça (Batalha/ Leiria / Fátima) e 106,7 MHz Arestal.

Esperemos que a RTP se digne reparar este centro emissor e não aplique o mesmo "tratamento" com que "mimou" os emissores de Chaves e Faro, desactivado-os de vez para não ter de investir na Onda Média...