sábado, outubro 18, 2014

Insólito:Rádio Comercial já emite em Elvas... nos 105,9 MHz(!)

No  que diz respeito a questões técnicas no campo da radiodifusão, existem decisões técnicas muito inteligentes e sensatas. E depois existem situações deveras insólitas, bizarras, inacreditáveis e que só não se tornam caricatas porque se esperava que a entidade reguladora do espectro radioeléctrico (ANACOM) fizesse devidamente o seu trabalho no terreno antes de começar a atribuir uma frequência a um operador.

A Rádio Comercial está a emitir a partir de Elvas (desconfio que de Vila Boim), através da frequência 105,9 MHz. Se por si só, esta informação se trata da notícia de um emissor em fase de testes e que se destina a reforçar significativamente o sinal da estação nesta cidade raiana, um pequeno grande pormenor revela a surpreendente ingenuidade, se não desconhecimento da realidade radiofónica na região em causa por parte de quem deveria acautelar situações que prejudicam tanto o operador que pretende instalar o emissor como eventualmente outros operadores. Se este princípio dever-se-ia aplicar sempre com as rádios portuguesas, a análise do espectro radioeléctrico da região deveria ser, por maioria de razão, efectuada de forma rigorosa nas regiões fronteiriças com a vizinha Espanha, porquanto existe uma coordenação internacional na gestão do espectro que deveria garantir que os emissores nas regiões raianas  não prejudicassem a recepção das rádios do outro lado do marco de fronteira, dentro da área de cobertura previstas para estas últimas.

Lamentavelmente, tal não terá seguramente ocorrido no caso de Elvas. Com efeito, bem perto desta cidade,  na vizinha Badajoz (Espanha), a Rádio 5 da RNE (Rádio Nacional de Espanha) opera nos... 106,0 MHz. Disse bem: de um lado, a Comercial nos 105,9; do outro, a cerca de uma dezena de quilómetros da primeira, a RNE 5 irradia nos 106,0 MHz. Nada mais, nada menos, que a 0,1 MHz uma da outra. O resultado? Numa rápida incursão por Elvas, a Comercial "luta" com a RNE, interferindo-se mutuamente. Provavelmente, o resultado em certas zonas de Badajoz não será mais aanimador, até ao momento em que as autoridades espanholas reclamem junto das congéneres portuguesas. O que diriam os ouvintes portugueses da Antena 1 a viver em Valença (via 98,2 MHz), se na vizinha cidade de Tui a Cadena SER passasse a emitir nos 98,3 MHz?

Para agravar o cenário, fora de Elvas, a emissão dos 105,9 MHz interfere e é interferida pela RR Lousã (106,0 MHz). Com estes problemas, receio  que o emissor  não se mantenha activo por muito tempo na actual frequência... Aguardemos por mais desenvolvimentos.

3 comentários:

tuggaboy disse...

Já contactei a Comercial e a ERC. A ver agora se não acabam com o emissor e voltamos à estaca zero. Eua até sugeri a frequência 103,4 MHz, que é a que "mais livre" está. Dei também outras frequências como sugestão - 88,1 MHz, 98,2/98,3 MHz, 100,2 MHz...

Luis Carvalho disse...

"Tuggaboy": ERC? Não, contacte antes a ANACOM (info@anacom.pt) - a entidade responsável pela gestão das frequências de rádio.

PPR Consulting & Solutions disse...
Este comentário foi removido pelo autor.